Entenda o que é SEO e as técnicas de otimização de sites para sites de busca. Veja 7 dicas para melhorar o desempenho do seu site no Google!

Se não foram utilizadas campanhas pagas, por que um site aparece em primeiro lugar no Google?

Se você fizer uma pesquisa no Google procurando por “hotel em caraguatatuba”, por exemplo, constatará que os três ou quatro primeiros sites são resultados de campanhas pagas.

E o restante?

É aí que entra o SEO. Você sabe o que essa sigla significa?

Vamos falar sobre o que é SEO, como ele funciona e como essas técnicas de otimização de sites podem alavancar os seus resultados. Ainda daremos 7 dicas práticas para você melhorar o desempenho do seu site!

SEO – O Posicionador de Sites

SEO é a sigla em inglês para Search Engine Optimization. Traduzindo, Otimização para Sites de Busca.

Ok, mas o que isso significa na prática?

Significa que o SEO nada mais é do que um conjunto de práticas voltadas para a otimização de sites, de forma que os buscadores como o Google, por exemplo, possam entender e criar um ranqueamento entre as várias páginas existentes no mundo para definir uma posição para cada uma.

Utilizar as técnicas de Otimização para Sites de Busca é de suma importância para qualquer negócio digital, pois é através dessas técnicas que um site ganha mais visibilidade no Google e, consequentemente, para os clientes.

O SEO nunca deve ficar de fora do planejamento estratégico de um negócio. De forma simplificada, podemos desmembrar o SEO em duas partes:

SEO On-Page

Técnicas que visam melhorar a parte interna de uma página. Práticas como uso de meta-descrição, palavras-chave, tags em vídeos e imagens, otimização de URLs e criação de títulos amigáveis estão entre as mais comuns.

SEO Off-Page

Técnicas que visam melhorar a divulgação de um site na internet, através da “linkagem” em outros canais de comunicação, como redes sociais, blogs parceiros, canais de vídeos ou comentários em outras páginas. A prática mais comum é o link building.
Lembrando que o Google possui mais de 200 critérios para avaliar o posicionamento de um site. Por isso, não dá para dizer que, das técnicas de SEO, o link building é necessariamente a mais importante.

Assim, todos os critérios são importantes e ajudam a construir uma base mais fortalecida para o seu site.

Mas, mesmo assim, quando pensamos em otimização de sites, não é uma má ideia dar uma atenção especial ao link building, que é um critério muito importante para a avaliação do Google.

Link Building

Quando um site aponta um link para o seu, é enviado um sinal para o Google indicando que ele é relevante e merece uma atenção especial, e vice-versa.

Então, quando você insere links de sites já bem ranqueados, está dando um voto de confiança para ele. Igualmente, o seu site também ganha um voto de confiança do Google.

Dê Especial Atenção à Otimização do seu Conteúdo

A qualidade do conteúdo é extremamente importante para elevar o posicionamento no Google.

Só não se esqueça de que o Google não é uma pessoa.

Assim, ele não enxerga o conteúdo como nós enxergamos. Ou seja, a ferramenta não tem como ler um texto e avaliar se o conteúdo dele é bom ou não, ou se uma imagem é bonita ou não.

O Google avalia a semântica do seu conteúdo. Portanto, ele enxerga códigos que dizem se um site está bem estruturado ou não.

Por isso a importância de, por exemplo, usar uma tag em uma imagem. Se você está falando sobre carros e colocar a imagem de uma Ferrari sem a tag apropriada de descrição (“alt”, no caso de imagens), o Google não vai conseguir identificar aquilo como uma Ferrari.

Mas, se você utilizar as tags, estará dizendo para o Google que as suas imagens estão de acordo com o seu conteúdo.

O mesmo funciona para um texto. Esse texto, por exemplo, possui uma média de 2 mil palavras. Em teoria, ele deve ter uma qualidade superior a um mesmo artigo sobre Search Engine Optimization de 400 ou 500 palavras.

O Google entende que um artigo mais extenso pode oferecer maior qualidade, já que possui mais informações que podem sanar as dúvidas dos leitores.

É claro que podemos considerar artigos grandes que não falem nada com nada e artigos pequenos bem mais informativos. Mas no geral, não é assim que acontece e o Google dá maior relevância para conteúdos mais extensos.

No entanto, você deve sempre manter o seu planejamento. Assim, cliente primeiro, Google depois. Portanto, se a sua buyer persona está mais adaptada a artigos de 400 palavras, então não vai adiantar criar textos muito grandes se isso não ajudar a aumentar a conversão.

7 Dicas Para Você Melhorar o SEO do Seu Site

Para que você possa começar a aplicar algumas estratégias de otimização de sites com SEO, confira 7 dicas abaixo de mudanças que você pode começar a realizar agora mesmo em seu site/blog!

Melhore os Títulos

Títulos Otimizados das Páginas

É bom que você saiba que existem dois tipos de títulos diferentes na hora de criar a sua página. Um deles é o título interno. O outro é o SEO Title.

Quando uma campanha de marketing é criada, é necessário criar um SEO Title. Ele servirá para atrair aquele leitor ou cliente para o seu site. Por isso, deve ser chamativo e de preferência conter sua palavra-chave.

Já o título interno é aquele principal da página em que o leitor terá acesso. Você já deve ter ouvido falar da tal tag H1, não é? Pois então, é dela mesmo que estamos falando. O título interno da página é exatamente o conteúdo que constará nesta tag. Ele deve ser preciso ao informar o usuário sobre qual assunto exatamente a página trata. Não precisa ser exatamente igual ao SEO Title, mas deve conter as palavras-chave e ampliar a informação trazida por ele.

Você não precisa, necessariamente, usar uma palavra-chave no seu título interno. Mas ele deve ser bem instigante, e, de preferência, apontar para um problema que o leitor esteja buscando resolver. Obviamente você deverá abordar a resolução desse problema em seu texto!

Heading Tags

Heading Tags

As heading tags não são nada mais do que títulos de tamanhos diferentes, que servem para criar uma hierarquia de conteúdos em seu site.

Elas podem ir de H1 a H6. Quanto maior o número do título, menor é a sua fonte e mais específico um assunto deve ser.

Veja um exemplo mais prático abaixo:

  • Hotéis em Fernando de Noronha – Pode ser seu título H1
  • Hotéis em Fernando de Noronha com preços baixos – Pode ser seu título H2
  • Hotéis em Fernando de Noronha com preços baixos e quartos com hidromassagem – Pode ser seu título H3

O título H1 sempre é o que encabeça o texto, e por isso deve ser o principal. Você não deve nunca usar mais de um título H1 por página, certo?

Outra coisa importante. Para melhorar a otimização de sites, o ideal é que você consiga inserir sua palavra-chave no título H1 e em pelo menos um título H2. Não é uma ação obrigatória, mas isso certamente vai ajudar a melhorar o posicionamento do seu site.

Construa Uma URL Amigável Para o Google

URL Amigável

Você não deve desconsiderar otimizar as URLs do seu site/blog, pois esse também é um critério importante para o Google classificar o posicionamento de um site.

As URLs não podem ser muito extensas. O ideal é que elas contenham no máximo 50 caracteres. Isso não só facilita bastante a visualização do leitor, como também para o Google.

Assim como no SEO Title, é importante inserir a palavra-chave na sua URL. As palavras sempre devem ser divididas por um hífen. Por exemplo:

como-ganhar-dinheiro-online

Um detalhe importante: as URLs nunca devem conter caracteres especiais, acentos, números, letras maiúsculas, etc. Elas devem ser sempre escritas com letras minúsculas, apenas.

Keyword

Keywords

Embora atualmente o uso de palavras-chave não seja mais um critério de SEO tão relevante como era antigamente, não podemos deixar essa técnica de lado.

Para se certificar de que a sua palavra-chave possui um número considerável de buscas mensais, utilize ferramentas como o planejador de palavras-chave do Google ou o SEMRush, uma ferramenta paga.

Elas poderão indicar com precisão o volume diário, mensal e anual de buscas, bem como o valor do CPC, a competitividade da palavra, dentre outros aspectos importantes.

Lembrando: é importante que a sua palavra-chave esteja inserida:

  • No SEO Title;
  • No H1;
  • Em algum título H2;
  • Na sua URL;
  • Nas tags usadas para vídeos e imagens;

E, claro, no corpo do texto na sua página. O ideal é que a densidade máxima gire em torno de 1,5%. Usar uma densidade de 1% já é um número bastante razoável.

Isso significa que a cada mil palavras em seu texto, você deveria usar 10 vezes a sua palavra-chave. Mas não se prenda muito a isso. Quando pensamos em Search Engine Optimization, devemos pensar não só no Google, mas principalmente nos leitores e clientes.

Usar uma palavra-chave de forma exagerada e não natural pode não só incomodar os leitores como fazer o Google enxergar seu site como uma tentativa maliciosa de conseguir mais visualizações (tais práticas são chamadas de Black Hat e passíveis de punição pelo Google e outros buscadores). E isso pode trazer grandes prejuízos para o seu site!

Tenha Um Site Responsivo

Site Responsivo

Um dado muito recente do IBGE, de fevereiro desse ano (2018) revelou que 116 milhões de brasileiros possuem acesso à internet.

Desse grande número, você sabia que 62% dos usuários utilizam aparelhos mobile para ter acesso à internet?

Isso significa que quase 70 milhões de pessoas usam internet em tablets, celulares, e outros dispositivos móveis.

Se você não tem um site responsivo, certamente está perdendo uma boa parte de clientes que poderiam consumir seu produto ou serviço!

Hoje em dia é essencial ter um site responsivo. Caso você não sabia o que isso significa, um site responsivo é aquele que adapta seu tamanho aos diferentes tamanhos de dispositivos.

O Google também vai avaliar esse critério. Portanto, não deixe de investir nisso. É bem importante para criar uma experiência mais agradável para o seu público!

Ah, é importante também você saber que um site pode ser responsivo ou mobile!

Quando um site é responsivo, como dissemos, ele se adapta ao tamanho da tela que a pessoa estiver utilizando.

Já o site mobile é desenhado especialmente para aparelhos celulares ou tablets. Quando o usuário acessa o site de um celular, ele automaticamente reconhece que deve abrir o endereço mobile. Esse site não pode ser visualizado, por exemplo, em notebooks ou em computadores desktop!

Analise o Carregamento da Sua Página

Performance do Site

A sua página demora muito para abrir? Isso pode ser um grande problema para a otimização do seu site!

Com o acesso à alta velocidade de internet que temos hoje em dia, as pessoas não têm mais muita paciência para esperar demais uma página abrir. Na verdade, mais do que 5 segundos já é tempo suficiente para que a pessoa se canse e feche a sua página.

Mas o usuário não é o único a não gostar disso. O Google também vai avaliar o tempo de carregamento das suas páginas, e se ele for muito demorado, você pode perder posicionamento no ranqueamento.

Não Confunda SEO com SEM

Diferença entre SEO e SEM

Apesar de os nomes serem parecidos, são duas coisas diferentes. Enquanto SEO significa Search Engine Optmization, SEM significa Search Engine Marketing.

O objetivo do SEM é, através de técnicas utilizadas pelo marketing, promover uma página nos buscadores. O SEM também utiliza técnicas de SEO, mas faz uso do tráfego pago.

No entanto, apenas pagar por campanhas não vai garantir que um site necessariamente ocupe a primeira posição. É preciso planejar com calma quais estratégias serão utilizadas, e como segmentar corretamente uma campanha.

Será de grande ajuda utilizar o Google Analytics, já que a ferramenta poderá indicar todas as características dos usuários que estão acessando o seu site/blog, inclusive de onde vieram os principais acessos, se foi através do tráfego pago ou do tráfego orgânico!

Conclusão

Se você possui um site e quer colocar a sua página nas primeiras posições do Google, pode contar com a Agência CSW, que através de uma equipe especializada no assunto poderá empregar as melhores estratégias de marketing digital e SEO no seu site!

Então, hoje vimos um pouco sobre o que é SEO, como ele funciona, como o Google entende o que está escrito no seu site e algumas dicas práticas para que você possa melhorar a semântica do seu site!

Você gostou de saber mais sobre o assunto? Não se esqueça de deixar o seu comentário abaixo!

%d blogueiros gostam disto: